Forças iemenitas recuperam petroleiro capturado por piratas

Onze assaltantes foram detidos; dois piratas morreram e um ficou ferido

Agências internacionais

27 de abril de 2009 | 06h20

As forças iemenitas recuperaram um petroleiro desse país que havia sido capturado por piratas somalis no domingo, 26, e detiveram onze dos assaltantes, anunciou nesta segunda-feira, 27, o Ministério da Defesa em Sana, informa a France Press.

 

O navio se dirige atualmente ao porto de Adén, no sul do país afirma a mesma fonte.

 

Identificado com o nome de Qana e com capacidade para transportar 3.000 toneladas de petróleo, a embarcação se dirigia ontem do porto de Nishtawn, no litoral do mar Arábico, ao de Áden, ambos no sul do Iêmen.

 

Na navio, que viajava sem carga, se encontravam 23 marinheiros quando foi sequestrado por piratas somalis, a 10 milhas marítimas do litoral iemenita.

 

A Guarda Costeira do Iêmen enfrentou no domingo, 26, os piratas somalis que haviam tomado o controle de um petroleiro vazio. Dois piratas morreram e um ficou ferido pelas forças de segurança, que detiveram a outros quatro assaltantes, especificaram as autoridades.

Tudo o que sabemos sobre:
Iêmenpiratas somalispetroleiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.