Protestos levam milhares de pessoas às ruas na Tailândia

Manifestantes, partidários do ex-premiê Shinawatra, querem a saída do primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva

REUTERS,

25 de abril de 2009 | 11h55

Milhares de manifestantes que apoiam o ex-primeiro-ministro exilado Thaksin Shinawatra saíram às ruas de Bangcoc, capital da Tailândia, em novo movimento após o grande protesto de duas semanas atrás, que deixou dois mortos e mais de 130 feridos.

 

Manifestantes saem às ruas de Bangcoc em protesto contra o premiê tailandês. Foto: Reuters

 

Uma equipe de 450 policiais monitorou a multidão de 'camisas vermelhas' na Sanan Luang, perto do Grand Palace de Bangcoc. O major general Suporn Pansuea disse à Reuters que não houve registro de violência.

 

O primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva encerrou os 12 dias de estado de emergência na capital nesta sexta, 24, dizendo que ele quer promover uma reconciliação após os protestos que pedem sua renúncia. Já um dos líderes da manifestação diz: "nós queremos o mesmo, que o priemiro-ministro deixe o cargo", disse Somoyos Prueksakasemsuk.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.