1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Rei da Espanha abdica após 39 anos de reinado

Jamil Chade - O Estado de S.Paulo

02 Junho 2014 | 06h 59

Monarquia tem o pior índice de popularidade da história do país

Divulgação/Casa Real/AP
Rei Juan Carlos assina carta de abdicação em favor de seu filho Felipe

GENEBRA - O rei da Espanha, Juan Carlos, abdicou do trono nesta segunda-feira, 2, depois de 39 anos  de reinado. A informação foi anunciada na manhã de hoje pelo primeiro-ministro Mariano Rajoy. Debilitado por sua saúde e por uma popularidade cada vez mais baixa, o monarca optou por passar o reinado a seu filho, o príncipe Felipe. Em discurso à nação, o rei disse que já é o momento de uma nova geração assumir o protagonismo na condução do país
O anúncio foi precedido de uma intensa agitação nas redes sociais, indicando a possibilidade da abdicação. Os rumores acabaram se confirmando quando Rajoy foi em rede nacional dar a informação. "Sua majestade acaba de me comunicar sua decisão de abdicar", disse Rajoy. Segundo ele, as Cortes Espanholas vão em breve nomear como novo rei o príncipe de Astúrias. 
Ele ainda insistiu que a transferência de poder ocorrerá em um "contexto de estabilidade institucional e como prova da maturidade de nossa democracia". Ainda hoje Juan Carlos falará à nação e, segundo Rajoy, foi a "melhor imagem" da Espanha e seu defensor. Uma carta escrita e assinada por Juan Carlos também foi divulgada. 
Para o governo, o príncipe Felipe será uma "sólida garantia de que seu desempenho como chefe de Estado estará à altura das expectativas". Com 46 anos, o príncipe por anos tem sido o representante da Casa Real espanhola em diversos eventos. 
Juan Carlos fez parte da transição do regime Franquista para a democracia, nos anos 70. Para muitos, apesar de ter sido apadrinhado por Franco, foi quem garantiu a democracia nos anos seguintes e permitiu uma estabilidade política no país. 
Um de seus testes mais importantes ocorreu quando, em 1981, um grupo de militares promoveu um golpe. Juan Carlos o recusou e ganhou ampla popularidade, dentro e fora da Espanha. 
Nos últimos anos, porém, ele tem sofrido diversos problemas de saúde. Com 76 anos, Juan Carlos tem passado por diversas operações. No ano passado, sua família chegou a sugerir que ele abdicasse, mas ele se recusou.  Além disso, denúncias de corrupção envolvendo uma de suas filhas, além de viagens polêmicas do rei, acabaram afetando sua popularidade. 
Em maio, pesquisas apontaram que a Coroa tinha um índice de aprovação de apenas 3,7 em um ranking entre um e dez. A taxa é a menor da história. 
O trono será ocupado justamente pelo membro da família com um índice de popularidade mais alto. Ainda assim, Felipe terá de se confrontar com um país em crise social, com um escândalo de corrupção envolvendo sua irmã e a tentativa da Catalunha de deixar a Espanha. 

Estadão
Organograma da monarquia espanhola