Jonathan Ernst/Reuters
Jonathan Ernst/Reuters

Trump: 'sem muro na fronteira, não há proteção para jovens imigrantes'

No Twitter, presidente dos EUA defendeu novamente a instalação da barreira com o México; votação sobre imigração foi adiada para 2018 no Congresso

O Estado de S.Paulo

30 Dezembro 2017 | 00h40

PALM BEACH - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que não haverá proteção para jovens imigrantes levados ao país ilegalmente, a menos que ele obtenha financiamento para um muro na fronteira com o México e outros itens do programa de imigração americano.

+ Criança de 3 anos causou incêndio que matou 12 em Nova York

Em seu perfil no Twitter, Trump disse que "os democratas foram informados e entenderam perfeitamente que não pode haver um programa que defenda os jovens imigrantes se não houver o muro desesperadamente necessário na fronteira sul e um fim para a horrível migração em cadeia e o ridículo sistema de loteria de imigração", disse.

Para Trump, a proteção dos EUA a todo custo é prioridade dos políticos americanos. A batalha pela imigração foi adiada para o próximo ano no Congresso.

Os democratas desejam proteção para os jovens imigrantes, chamados de "dreamers" (sonhadores). Mas, embora exista uma simpatia bipartidária significativa para os dreamers, as demandas do Partido Republicano para o muro fronteiriço de Trump acabaram sendo de difícil resolução. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.