Para lembrar: Os sequestros mais famosos da história
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Para lembrar: Os sequestros mais famosos da história

Nesta terça-feira, a Polícia da Califórnia encontrou 13 irmãos mantidos acorrentados na casa dos pais; relembre outros casos

Redação Internacional

16 Janeiro 2018 | 13h01

PARIS – Os 13 irmãos encontrados acorrentados e famintos pela Polícia da Califórnia nesta terça-feira, 16, evocam casos famosos de longos sequestros de meninas e mulheres. Veja abaixo alguns deles.

+ ‘Tortura depende muito do ponto de vista’, diz nos EUA brasileiro preso pelo chavismo

A polícia encontrou várias pessoas acorrentadas às suas camas em meio a um cheiro terrível na residência de David Turpin, de 57 anos, e sua mulher, Louise, de 49 anos (Foto: AFP PHOTO / Riverside County Sheriff's Department)

A polícia encontrou várias pessoas acorrentadas às suas camas em meio a um cheiro terrível na residência de David Turpin, de 57 anos, e sua mulher, Louise, de 49 anos (Foto: AFP PHOTO / Riverside County Sheriff’s Department)

Sequestradas pela família

+ Estudante americano foi torturado além do concebível pela Coreia do Norte, diz Trump

Japão

Em dezembro de 2017, em Osaka, oeste do Japão, os pais de uma mulher de 33 anos foram à polícia após ela morrer de frio, e admitiram que a mantinham trancada em um pequeno quarto de sua casa desde os 16 anos porque era mentalmente incapacitada. Quando morreu, a jovem pesava apenas 19 kg.

Reino Unido

Em Londres, o guru de uma seita maoísta, Aravindan Balakrishnan, de 75 anos, foi condenado a 23 anos de prisão em janeiro de 2016 por estuprar dois de seus seguidores e sequestrar a própria filha por 30 anos. Ele a espancava desde os 4 anos para exorcizar suas “tendências fascistas”, de acordo com declarações. A jovem conseguiu escapar em novembro de 2013, graças a uma associação.

Itália

Em junho de 2008, na região de Nápoles, Maria Monaco, de 47 anos, mantida em cativeiro por 18 anos em um quarto por sua família como castigo por ter tido um filho fora do casamento, foi libertada pela polícia após uma denúncia anônima. Seu filho de 17 anos vivia normalmente e frequentava a escola.

Áustria

Elisabeth Fritzl foi sequestrada e estuprada por 24 anos, de 1984 a 2008, pelo seu pai, Josef, no porão da casa da família em Amstetten, a 150 quilômetros de Viena. O caso veio à tona na primavera de 2008, com a internação de um dos sete filhos do relacionamento incestuoso que teve com sua filha. Josef Fritzl, que matou um dos bebês, foi condenado à prisão perpétua e colocado em prisão psiquiátrica.

Sequestradas por desconhecidos

EUA

Ariel Castro sequestrou e estuprou por três anos três garotas em sua casa em Cleveland, Ohio. Ele foi preso em maio de 2013, depois que uma de suas vítimas fugiu. Sentenciado à prisão perpétua, enforcou-se em sua cela.

Em 26 de agosto de 2009, Jaycee Dugard, de 29 anos, foi encontrada “em boa saúde” no jardim de uma casa em San Francisco, depois de ter sido mantida 18 anos em cativeiro por um casal e de ter tido dois filhos com seu sequestrador. Ela foi sequestrada em 1991, aos 11 anos de idade, por Phillip Garrido quando esperava o ônibus. Phillip e Nancy Garrido foram condenados à prisão perpétua.

Áustria

No dia 23 de agosto de 2006, Natascha Kampusch, de 18 anos, foi encontrada vagando pelas ruas de Viena depois de escapar de um esconderijo subterrâneo, onde foi mantida em cativeiro por oito anos por Wolfgang Priklopilson. Ele cometeu suicídio no mesmo dia. A jovem austríaca foi sequestrada aos 10 anos de idade, em março de 1998, a caminho da escola.

Japão

Uma jovem que foi sequestrada aos 9 anos a caminho da escola, em novembro de 1990, foi encontrada por acaso na região de Niigata em janeiro de 2000. Paramédicos foram chamados para pegar o sequestrador e colocá-lo no hospital a pedido de sua mãe, que achou seu comportamento “estranho”. Ele foi condenado a 14 anos de prisão em 2003.

Bélgica

O pedófilo Marc Dutroux, preso no dia 13 de agosto de 1996, foi considerado culpado de sequestrar e estuprar seis meninas e adolescentes. Ele assassinou quatro delas, enquanto duas permaneceram por vários meses em um esconderijo em uma de suas casas. Dutroux foi condenado à prisão perpétua. / AFP

Mais conteúdo sobre:

CalifórniaEstados Unidossequestro