South Korea Unification Ministry/Newsis via AP
South Korea Unification Ministry/Newsis via AP

Coreias abrem escritórios de representação em cidade do Norte

Representação sul-coreana é a primeira do tipo em território norte-coreano desde a separação das duas nações, em 1945

O Estado de S.Paulo

14 Setembro 2018 | 03h41

SEUL - A Coreia do Sul e a Coreia do Norte abriram escritórios de representação nesta sexta-feira, 14, nas proximidades da fronteira entre os dois países para facilitar a comunicação entre diplomatas durante as negociações.

O novo escritório de representação da Coreia do Sul fica na cidade de Kaesong, na Coreia do Norte, e é o primeiro do tipo desde a separação das duas Coreias após o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945.

Segundo o Ministério de Unificação da Coreia do Sul, Cho Myoung-gyon, cerca de 15 a 20 funcionários trabalharão no local e irão residir em um complexo residencial nas proximidades.

"A partir de agora, iremos sentar cara a cara e trocar informações de forma mais rápida e precisa para solucionar problemas em comum", disse Cho durante a inauguração do novo escritório.

O homólogo norte-coreano,  Ri Son Gwon, afirmou que a representação ajudará a manter as "conversas cândidas" conduzidas entre as duas Coreias.

A cidade de Kaesong engloba um complexo industrial intercoreano que combinava a tecnologia e o capital sul-coreano com a mão de obra norte-coreana. A região era vista como um caso de sucesso de reunificação, mas foi fechada em 2016 após a escalada nuclear promovida pela Coreia do Norte. Apesar de ainda não existir previsão para a retomada das operações no local, algumas áreas de Kaesong foram utilizadas para sediar os escritórios de representação entre as Coreias.

Nos últimos anos, os diplomatas e representantes sul-coreanos se comunicavam com seus homólogos por telefone ou fax, ligações que frequentemente eram suspensas pelas tensões entre os dois países. 

A abertura dos escritórios é vista como mais um passo nas relações diplomáticas entre as duas Coreias que realizam, na próxima semana, a terceira cúpula intercoreana entre o líder Kim Jong-un e o presidente Moon Jae-in. O encontro acontecerá entre os dias 22 e 23 de setembro em Pyongyang. //ASSOCIATED PRESS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.