AP Photo/Carlos Osorio
AP Photo/Carlos Osorio

Vídeo de Trump contra CNN veio de perfil racista

Muitas das postagens de Han são agressivas e extremamente ofensivas aos grupos que Trump comumente critica

O Estado de S.Paulo

03 Julho 2017 | 18h30

WASHINGTON - Um usuário da rede Reddit reivindicou crédito pelo vídeo-montagem em que o presidente dos EUA Donald Trump aparece espancando um homem que, no lugar da cabeça, tem uma logo da TV americana CNN. O nome do usuário faz um trocadilho com o nome do personagem de Harrison Ford na sequência Star Wars com um palavrão em inglês: HanAssholeSolo.

O vídeo parece ser uma edição de uma aparição de Trump, há anos, em um evento anual de luta livre. Ele foi postado no perfil pessoal de Trump e também na conta oficial da presidência dos EUA no Twitter (@POTUS), o que foi recebido com críticas nos EUA. 

 

Segundo o jornal Washington Post, o usuário passou um ano postando na rede Reddit antes de “atingir o estrelato” graças ao presidente, que compartilhou seu post. Muitas das postagens de Han são agressivas e extremamente ofensivas aos grupos que Trump comumente critica. Em um deles, fala sobre visitar Paris armado com “lâminas de perfuração”, caso “algum muçulmano” precise ser “esfaqueado no pescoço”. 

Várias de suas postagens fizeram sucesso em um subgrupo do Reddit destinado à idolatria de Trump e à crítica de seus “inimigos”. Ao ver seu post republicado pelo presidente dos EUA, HanAssholeSolo disse estar “honrado”. “Acordei e estava tomando meu café da manhã e quem retuitou meu post, o próprio Deus Imperador! Estou honrado”, escreveu. 

“Tuitado pelo presidente”, escreveu um dos admiradores do grupo dedicado a Trump. “Agora está confirmado que Trump vê nossos memes. Todos nós desejamos essa validação. Você (HanAssholeSolo) agora é uma lenda!!”

A Liga Antidifamação publicou nesta segunda-feira, 3, um comunicado criticando Trump por compartilhar o vídeo desse usuário. “Temos analisado as atividades desse indivíduo e encontramos um registro consistente de racismo, antissemitismo e intolerância por mais de um ano no Reddit”, escreveu o diretor da organização Jonathan Greenblatt. / WASHINGTON POST 

Mais conteúdo sobre:
Donald TrumpEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.